Notícias de Arujá, SAÚDE

Fake news: Não há comprovação de morte de menino de Arujá por causa da vacina

Circula em grupos de WhatsApp um vídeo que culpa a vacina contra o coronavírus pela morte de um adolescente de 12 anos em Arujá, no início de fevereiro. O conteúdo foi considerado falso pelo Projeto Comprova.

O médico legista responsável pela necropsia apontou que o adolescente tinha malformação vascular. Ainda assim, a Secretaria de Estado da Saúde abriu uma investigação para apurar o caso

Ao Comprova, a mãe do adolescente disse que ele nunca foi ao cardiologista, apesar de ter passado por consultas médicas a cada seis meses.

O jovem foi vacinado contra a covid-19, na UBS Parque Rodrigo Barreto, em Arujá, nos dias 9 de setembro e 6 de dezembro. Ele recebeu a vacina da Pfizer.

A Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) afirma que não há mortes no Brasil relacionadas à vacinação.

 

Fonte: Arujá Repórter.

Related Posts

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.